terça-feira, 9 de agosto de 2011

Cochonilhas

É talvez a praga que mais tira o sono dos orquidófilos, e se não for cuidada com atenção seus estragos são significativos, em alguns casos levando a planta à morte.

As cochonilhas são insetos de pequeno porte que se mantêm em colônias, fixam-se na planta logo que nascem passando a sugá-la continuamente com voracidade, e injetando toxinas. Decorrente do processo de alimentação as cochonilhas excretam substâncias açucaradas que acabam favorecendo o desenvolvimento de fumagina (doença que ocorre em vegetais, que tem como causa o desenvolvimento de fungos de coloração escura), e com estas substâncias açucaradas atraem formigas que servirão de agentes disseminadores.

O sexo da cochonilha é identificado na fase adulta, pois as fêmeas são ápteras (não tem asas) e os machos alados. As reproduções apesar de ser normalmente sexuada, existem espécies onde os machos não são conhecidos. As fêmeas são ovíparas ou ovovivíparas (animal que se reproduz por ovos, mas que os conserva nas suasem suas vias genitais até a eclosão dos filhos, desenvolvendo-se o embrião graças unicamente às reservas acumuladas no ovo).

As cochonilhas encontradas em orquídeas são divididas em dois grupos: com carapaça e sem carapaça.

As do grupo com carapaça possuem um escudo revestindo o seu corpo proporcionando uma proteção muito eficiente. Algumas espécies deste grupo são: Diaspis boisduvalii Signoret, Parlatoria proteus, Chrysomphalus fícus, Pseudoparlatoria parlatorioides, Furcaspis biformis

As cochonilhas sem carapaça têm o corpo nú revestidos com uma camada cerosa ou pulverulenta onde podemos citar as espécies:  Asterolecanium epidendri;. Icerya brasiliensis; Coccus pseudohesperidium; Planococcus sp.; Platinglisia noacki e Saissetia sp..

O melhor controle é o preventivo fazendo-se uso de repelentes (ex. óleo de neem), eliminação de formigas e limpezas de manutenção.

Quando as plantas já estiverem infectadas poderá ser feita limpeza com escova de dentes e uma solução de água com sabão de côco, pulverizações com óleo mineral em concentrações a 1%, aplicação de inseticidas fosforados e inseticidas sistêmicos em casos mais graves.

Abaixo estão algumas espécies de cochonilhas:

Fêmeas adultas de Diaspis boisduvalii



Colônia de Diaspis boisduvalii



Grupo de machos de Diaspis boisduvalii



Danos causados por Diaspis boisduvalii



Chrysomphalus ficus Ashmead



Furcaspis biformis



Parlatoria_proteus



Pseudoparlatoria parlatorioides


Apesar de as cochonilhas serem um problema no cultivo das orquídeas e causarem muitos estragos, vamos ser ponderados no que diz respeito à combatê-las. Existem muitas receitas para matar cochonilhas porém, não podemos esquecer que o mesmo remédio que cura, também mata.
Evite produtos muito forte como querosene, gasolina, óleo diesel, etc..., até matam as cochonilhas, mas também podem matar a planta dependendo da dosagem.
Quando quiser utilizar produto químico, visite a loja de produtos agrícolas mais próxima e oriente-se com o profissional agrônomo, ele certamente terá um produto específico para o seu caso. No caso da falta deste, procure orientação com um orquidário especializado de sua preferência.
A melhor atitude sería fazer parte de uma associação orquidófila, pois lá é o lugar onde certamente terá todas as informações e dicas de um bom cultivo, sem contar com as grandes amizades que fará.

9 comentários:

lela disse...

posso usar o oleo de neen quantas vezes sem causar danos as orquideas. tenho aplicado o oleo nas orquideas para cochinila mas elas voltam.

JC Orquideas disse...

Lela, o nenn não faz mal as orquídeas, porém é preventivo. Se você está com uma infestação de cochonilhas, pegue uma solução de água com sabão neutro e limpe as áreas infestadas com o auxílio de uma escova de dentes, tente não regar o substrato com esta solução, mas se molhar não tem problema não.
A cochonilha quando adulta é devastadora e difícil de matar, pois sua carapaça é um escudo. Daí a necessidade de ser retirada com uma limpeza forçada.
Tente identificar se por perto não tem nenhuma planta que esteja infestada e está transmitindo para as suas orquídeas, pois formiga e vento são agentes transpotadores de cochonilhas. Elas costumam atacar mais na época seca, os fungos mais na umidade.
Mantenha sempre uma distância entre os vasos para evitar transmissão de doenças.
Eu costumo após as limpezas, aplicar um produto chamado Forth Defende da Tecnutri que compro em lojas especializadas ou supermercados, misturado com o nenn.Após esta limpeza, pode usar o nenn como preventivo e Forth defende uma vez por mês.

Anônimo disse...

Parabéns pelos os postes Adorei Obg pela as informações. Thaysnara Coleta aqui !

Anônimo disse...

Obrigado pela ajuda, estes comentários de baixo nível deve ser de pessoas que não tem o que fazer.
Celso

JC Orquideas disse...

Celso, obrigado pela compreensão.
Infelizmente por motivos como você descreveu (comentários indecentes), tive que ativar a moderação de comentários para evitar que pessoas que procuram informação não venham se deparar com piadas e comentários imorais.

Renato disse...

Saudações, quando se diz sabão neutro, poderá ser utilizado também detergente?

Anônimo disse...

Boa tarde,
Tenho uma dúvida, minha orquídea está infestada de cochonilhas nas raízes e no substrato, porém ela ainda está com flores. Nesse caso, o que devo fazer?
Aplico algum produto por enquanto até as flores caírem e então limpo toda a raiz e a replanto ou posso lavá-la mesmo estando com flores?

Obrigada desde já!
Natália Cristina.

JC Orquideas disse...

Sim Renato, pode ser utilizado o detergente, obrigado pela visita

JC Orquideas disse...

Natália, eu aconselho a você a cortar as flores e tentar salvar a planta. Retire-a do substrato, lave-a toda com são neutro (ou detergente neutro) e com o auxilio de uma escova de dentes usada (não tenha dó de esfregar), lave o vaso se caso for de plástico, se for de barro melhor é trocá-lo, depois replante com substrato novo e esterilizado. Melhor esperar a próxima floração, do que perder a planta. Abr.

Postar um comentário