domingo, 27 de março de 2011

Exposições de orquideas 2011

Março

Dia 09 
- Exposição de Orquídeas em homenagem aos 160 anos de Joinville - Joinville - SC

De 09 à 13 
- Exposição Nacional de Orquídeas em Brasília - DF

De 10 à 20 
- 1ª Exposição de Orquídeas do Santana Parque Shopping - São Paulo - SP

De 11 à 13 
- XCVII Exposição de Orquídeas da APRO - Clube Duque de Caxias - Curitiba - PR
- VII Exposição de Orquídeas - SESC Laces - Contagem - MG
- Exposição de Orquídeas de Araraquara - Shopping Luso - Araraquara - SP
- 2ª Labiata Show - Sede da AJAO - Joinville - SC
- 34ª Exposição Nacional de Orquídeas de Batatais - SP

De 12 à 27 
- Festival de orquídeas - Orquidário Oriental - Mogi das Cruzes - SP

De 17 à 20 
- 1º Festival de Orquídeas, Plantas Ornamentais e Produtos Regionais de Barra Bonita - SP

De 18 à 20 
- 84ª Exposição de Orquídeas da AOSP - Liberdade - São Paulo - SP
- Exposição Estadual de Cattleya Labiata - Ginásio de Esportes da Escola Martinho Lutero - Guaíba - RS
- Exposição Regional de Orquídeas - Santo Ângelo - RS
- Exposição Anual de Orquídeas - Círculo Potiguar de Orquidofilia - Natal - RN
- 7ª Exposição de Gaspar - Ginásio de Esportes João dos Santos - SC
- 10ª Exposição Nacional de Orquídeas de São José do Rio Preto - AORGLA - Complexo Júpiter Olímpico - São José do Rio Preto - SP
- Exposição Regional de Orquídeas - Pavilhão Central do Parque da Oktoberfest - Santa Cruz do Sul - RS

Dia 19 e 20 
- Exposição de Orquídeas do Porto - Palacete Pinto Leite - Porto - Portugal

Dia 20 
- Mostra floral com almoço - Pavilhão de Esportes do Colégio La-Salle - Carazinho - RS
- Mostra floral com almoço - Samambaia Center - Torres - RS

De 23 à 29 
- XXII Exposição de orquídeas da ACO - Jardim Botânico - Curitiba - PR

Dia 24
- Palestra de Antônio Carlos Abboud: Entendendo adubação das orquídeas - OrquidaRio - Rio de Janeiro - RJ (19:00h.).

De 25/03 à 03/04 
- 1ª Exposição de Orquídeas no Parque da Jaqueira - Recife - PE
- Exposição de Cattleya Labiata - Bourbon Shopping Country -Porto Alegre - RS

De 25 à 27 
- XXVII Exposição Nacional de Orquídeas de Franca - SP

Dia 26
- XXX Exposición de orquídeas - Jardín Japonés - Buenos Aires - Argentina

Dia 26 e 27 
- 1ª Mostra de Orquídeas - Bairro Guarani- Brusque - SC

De 31/03 à 03/04
- 38º Festival de Flores de Santo André - Sesi - Santo André - SP

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
Abril

De 01 à 03 
- Exposição de orquídeas de Marília - SP
- Exposição de Orquídeas do Orquidário Trevo Teresense - Santa Teresa - ES

Dia 02 e 03 
- Exposição regional de orquídeas - Sede própria - São Leopoldo - RS
- Exposição regional de orquídeas - Clube Cultural e Esportivo Vera Cruz - Vera Cruz - RS

De 08 à 10 
- Exposição de orquídeas de Tiradentes - MG
- Exposição de orquídeas - Paraopeba - MG
- Exposição de orquídeas de Pirajuí - SP

Dia 09 e 10 
- Exposição regional de orquídeas - Novo Hamburgo - RS

De 15 à 17
- Exposição de orquídeas de Presidente Venceslau - SP
- 11ª Exposição de Orquídeas do Clube Amigos da Orquídea de Vinhedo - Parque Municipal Jayme Ferragut - Vinhedo - SP
- Exposição de orquídeas de Catanduva - SP
- Exposição de orquídeas de Formiga - MG

Dia 16 e 17 
- Exposição regional de orquídeas - Centro de Eventos Municipal - Nova Petrópolis – RS

De 29/04 à 01/05
- 62ª Exposição Oficial de Orquídeas e 17ª Exposição Nacional da Cattleya Walkeriana - MinasCentro - BH
- Exposição de Orquídeas de São Carlos - SP• 29 de abril à 01 de maio
- 6ª Exposição Sul Brasileira de Orquídeas e Plantas Ornamentais - Guaramirim - SC
- Exposição de Orquídeas de Mogi Guaçu - SP
- Exposição de Orquídeas de Itumirim - MG
- Orquídeas no Jardim - Jardim Botânico - Rio de Janeiro - RJ
- Exposição de Orquídeas de Votorantim - SP

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
Maio

De 03 a 07 
- Exposição regional de orquídeas - Conjunto Comercial de Canoas - Canoas - RS

De 06 a 08
- Mostra de orquídeas de Corinto - Corinto - MG
- Exposição de Orlândia - SP
- Exposição regional de orquídeas - Centro Desportivo Municipal - Santa Maria – RS
- Exposição regional de orquídeas - São Paulo das Missões - RS
- Exposição regional de orquídeas - Centro Administrativo Municipal -Camaquã - RS

Dia 12 
- Mostra floral e almoço - Cerro Grande do Sul - Canoas - RS

Dia 14 e 15 
- Exposição regional de orquídeas - Salão da Comunidade Católica - São Sebastião do Cai - RS

Dia 18 
- Mostra floral e almoço - CGO - Porto Alegre - RS

De 20 à 22 
- 1ª Orquídea Fest de Uberaba - R.O.U. - Shopping Uberaba - Uberaba - MG
- Exposição de Orquídeas em Piracanjuba - GO
- Exposição de orquídeas da ASSON - Sede da SOPRECAN - Praia de Caboinhas - Niterói - RJ

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
Junho

De 03 à 05 
- II Mostra de Orquídeas da SORN - Bosque das Mangueiras - Natal - RN

De 04 à 19 
- Festival de orquídeas - Orquidário Oriental - Mogi das Cruzes - SP•

De 10 à 12 
- Exposição Nacional de Orquídeas de Catalão - Salão do CRAC - Catalão - GO

De 17 à 19 
- 67ª Exposição de Orquídeas de Rio Claro - Instituto Claretiano - Rio Claro - SP

Dia 19 
- Mostra floral e almoço - Salão da Comunidade Católica - São Sebastião do Cai - RS

Dia 21 
- Mostra floral e almoço - Parque de Exposições Wanderlei Brusmann - Ijuí - RS

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
Julho

Dia19 
- Mostra floral e aniversário da Sociedade Orquidófila de Santa Cruz do Sul - Pavilhão do Parque da Octoberfest - Santa Cruz do Sul - RS

Dia 23 e 24 
- Exposição regional de orquídeas - Clube Recreativo 15 de Novembro - Sertão Santana - RS

De 30/07 a 01/08
- Exposição Nacional de Orquídeas de Anápolis - GO

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
Agosto

De 12 a 14
- XIII Exposição Nacional de Orquídeas de Piracicaba - Engenho Central

De 19 a 21 
- Exposição regional de orquídeas da AGO - Clube do Comércio - Farroupilha – RS

Dia 20 e 21 
- 2ª Mostra de Orquídeas de Botuverá - SC

Dia 27 e 28 
- Exposição regional de orquídeas - Clube Cultural e Esportivo Vera Cruz - Vera Cruz - RS

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
Setembro

De 02 à 04 
- EXPOSORN 2011 - Bosque das Mangueiras - Natal - RN
- Exposição estadual de Cattleya intermedia - Pavilhão do Parque da Octoberfest - Santa Cruz do Sul - RS

Dia 03 e 04 
- Exposição regional de orquídeas - Salão Paroquial Católico - Feliz - RS
- Exposição regional de orquídeas - Sede Própria - São Leopoldo - RS
- Exposição regional de orquídeas - Ajuricaba - RS

De 03 à 18 
- Festival de orquídeas - Orquidário Oriental - Mogi das Cruzes - SP

De 07 a 11 
- Exposição nacional de Cattleya intermedia - Rua Coberta - Gramado – RS

De 09 à 11 
- Exposição regional de orquídeas - Ginásio de Esportes da Igreja Batista - Santa Rosa - RS
- Exposição de orquídeas da ASSON - Salão de festas do Instituto Abel - Niterói - RJ

Dia 10 e 11
- Exposição regional de orquídeas - Unishopping de Lajeado - Lajeado - RS

De 15 à 18 
- 9ª Exposição de Orquídeas de Guabiruba - SC

De 16 à 18
- Exposição AOSP - Rua São Joaquim, 381 - Liberadade - São Paulo - SP
- XCVIII Exposição de orquídeas da APRO - Clube Duque de Caxias - Curitiba - PR

Dia 18 e 19 
- Exposição regional de Cattleya intermedia - Pavilhão de Esportes do Colegio La-Salle - Carazinho - RS

Dia 21
 - Concurso de Cattleya intermedia var. marginata - Pavilhão de Exposições Wanderlei Brusmann - Ijuí - RS

Dia 24 e 25 
- Exposição regional de orquídeas - Sociedade Rio Branco - Cachoeira do Sul - RS

Dia 25 
- Mostra floral com almoço - Samambaia Center - Torres - RS
- Exposição regional de orquídeas - Ginásio de Esportes da Ulbra - Guaíba - RS

Dia 28 e 29 
- Exposição regional de orquídeas - Sede Própia - São Leopoldo - RS

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
Outubro

Dia 01 e 02 
- Exposição regional de orquídeas - Centro Evangélico - Dois Irmãos - RS

De 04 a 08 
- Exposição regional de orquídeas - Conjunto Comercial - Canoas - RS

De 07 a 09 
- Exposição nacional de Híbridos - Parque de Exposições Wanderlei Brusmann - Ijuí - RS

Dia 08 e 09
- Exposição regional de orquídeas - Centro Administrativo Municipal - Camaquã - RS

Dia 15 e 16 
- Exposição regional de orquídeas - Ginásio de Esportes da UCS - Bento Gonçalves - RS

De 21 a 23 
- XXIV Blumenfest- Festa das Flores e exposição de orquídeas - Sede - Domingos Martins - ES
- Exposição regional de orquídeas - Clube 31 de Outubro - Garibaldi - RS

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
Novembro

De 04 a 06 
- Exposição regional de orquídeas - Pavilhão da Festa da Uva - Caxias do Sul - RS
- Botucatu - SP
- Brazópolis - MG

Dia 11 e 12 
- Mostra floral - São Paulo das Misssões - RS

Dia 11, 12 e 13
- Limeira - SP
- Caxambú - MG
De 17 à 20 
- 43ª Exposição de Orquídeas de Brusque - SC

De 18 a 20
- Campinas - SP
- Promissão - SP

De 25 a 27
- São Bernardo do Campo - SP

Dia 26 e 27 
- Exposição regional de Laelia purpurata - Pavilhão de Esportes do Colegio La-Salle - Carazinho - RS

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
Dezembro
De 02 a 04
- Exposição AOSP - Rua Galvão Bueno, 540 - Liberdade - São Paulo - SP
- Exposição estadual de Laelia purpurata - Pavilhão de Esportes - Três Coroas - RS

De 03 à 11 
- Festival de orquídeas - Orquidário Oriental - Mogi das Cruzes - SP

De 06 a 10 
- Exposição regional de orquídeas - Conjunto Comercial - Canoas – RS

Dia 10 e 11
- Exposição regional de orquídeas - Sede Própria - São Leopoldo - RS
- Exposição nacional de orquídeas - Venâncio Aires - RS

De 09 a 11
- Exposição nacional de Laelia purpurata - Samanbaia Center - Torres - RS
- I Mostra de orquídeas da APRO - Clube Duque de Caxias - Curitiba - PR

.

sábado, 19 de março de 2011

Cattleya warneri


Cattleya warneri var. concolor 'Elvira x Roberto Kautsky'


Nome originado do proprietário que possuíu a primeira planta a florir na Europa, Robert Warner.
A Cattleya warneri, descoberta em 1830, passou por labiata até 1862 quando foi reconhecida como espécie
Origem: Brasil.
As plantas são encontradas nos estados da Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais e, possivelmente ao norte do Rio de Janeiro. O habitat é centrado em torno do Rio Doce e seus afluentes. As plantas são encontradas entre 100 e 200 metros nas árvores que crescem nas encostas íngremes e rochosas ao longo dos córregos, onde estão protegidas dos incêndios frequentes. No entanto são encontradas ocasionalmente em rochas, em elevações de até 800 metros.
Planta de crescimento simpodial, variando de 20 a 50 cm dependendo do cultivo, possui hábitos epífitos e litófitos, muito parecida com a Cattleya labiata e que se faz ás vezes confundir para os leigos. Uma das diferenças entre as duas é o período de floração, que na labiata é no verão e na warneri na primavera (no hemisfério sul). Outra diferença é que a labiata possui folhas estreitas e eretas, enquanto na warneri as mesmas são mais largas e inclinadas, porém uma diferença que é praticamente certeira é que a Cattleya labiata enraiza seu bulbo ANTES da floração e a warneri enraiza seu bulbo DEPOIS da floração.
Resumindo: se tiver pseudobulbo novo enraizado é uma labiata, se o pseudobulbo novo estiver sem raiz dependendo do anterior para se alimentar é uma warneri.



Cattleya 'warneri' (pseudobulbo novo sem raiz, depende do anterior)


Com floração principalmente na primavera possuindo de 2 a 6 flores. As flores são vistosas, perfumadas e vão de 15 a 20 cm de diâmetro.
Tal como acontece com a Cattleya labiata, as sépalas e pétalas são aproximadamente do mesmo comprimento, mas as pétalas são muito mais largas, com margens muito onduladas ou crespas e pendem muito mais que na labiata. O labelo é de aproximadamente 7 cm de comprimento por 4 cm em todo o lobo mediano com babados. Os lóbulos laterais são dobrados para formar um tubo ao redor da coluna. No interior, os lóbulos laterais do labelo são brancos, com bordas rosa-púrpura e às vezes repletos de malva. A garganta é amarelo, sempre com sombra roxa e veios creme para o amarelo claro. A seção de babados apical do lobo mediano vai do vermelho-rosa escuro ao roxo. Ele geralmente não tem a margem colorida brilhante frequentemente encontrado em outras Cattleyas unifoliadas. O perfume é suave porém não chegando perto do perfume forte da labiata.

A inflorescência está entre 8 e 15 cm de comprimento. O pedúnculo ereto está localizado na parte superior do pseudobulbo e geralmente emerge através de uma espata verde simples ou dupla recém-desenvolvida que é de 6 a 13 cm de comprimento por cerca de 2 a 3 cm de largura.

De 12 a 30 cm de comprimento por 4 a 8 cm de largura., uma única folha grande oblonga e firme cresce na parte superior de cada pseudobulbo. Elas normalmente são tingidas de vermelho na parte de trás (não necessáriamente) , exceto em plantas com flores albas, o que alguns autores acham uma maneira de distingui-los das Cattleyas labiata. Os pseudobulbos de 9 a 20 cm de altura são sulcados, pesados e ligeiramente comprimidos, pode ser tingido de vermelho se cultivadas em alta luminosidade.

A Cattleya warneri prefere um clima ameno durante o crescimento e aumentando após este. O ambiente úmido é muito favorável ao seu crescimento, onde parece ser mais vigoroso. A luminosidade deve ser boa, porém sem expor ao Sol direto, o que seria fatal para as brotações. Um sombreamento razoável seria em torno de 50%, como falado anteriormente a alta luminosidade seria motivo de tingimento principalmente na parte traseira das folhas.

Substratos para a Cattleya warneri devem ser bem arejado e leve, qualquer substrato que também é utilizado para as labiatas podem ser utilizados. Devemos substituí-lo em média com 2 anos, imediatamente após o período de repouso, após este período a planta pode sofrer uma regressão e definhar.

A Cattleya Purity é um híbrido entre a labiata e a warneri registrado por R Ashworth em 1913.



Cattleya Purity

segunda-feira, 14 de março de 2011

Cattleya loddigesii


Foi classificada como Cattleya loddigesii por John Lindley em 1826, o nome foi originado do sobrenome dos irmãos Loddiges, que a descreveram como Epidendrum violaceum em 1819, eles foram os primeiros importadores comerciais dedicados à orquídeas.
A loddigesii foi a primeira Cattleya a ser cultivada na Europa, constando que floresceu a partir de 1811. As subespécies loddigesii subsp loddigessi e a loddigesii subsp purpúrea Brieger são reconhecidas e válidas.

Originária do Brasil, habitando os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais e Paraná, essas plantas crescem principalmente margeando os rios, Grande, Tietê e Pardo, e nas áreas pantanosas próximo a cabeceira de córregos. Plantas também são encontradas em áreas pantanosas na região da cabeceira do Rio Paraíba no sudeste de São Paulo, onde a loddigesii e a Cattleya harrisoniana Bateman se encontram e causam uma confusão aos olhares de muitos leigos, apostando ser a mesma flor. Uma das maiores diferenças entre as duas é que o labelo da harrisoniana é mais fechado do que o da loddigesii.

Planta epífita de crescimento simpodial, ela é uma bifoliada que pode variar o tamanho entre 20 a 50cm dependendo da variedade e condições culturais. Os pseudobulbos que são ligeiramente achatados lateralmente, são maiores em diâmetro e mais elíptica em seção transversal no topo do que na base. Cada pseudobulbo é coberto com brácteas que surgem a partir do 3 ao 5 entrenós ao longo do tronco e possuem de 2 até 3 folhas coriáceas.


Floração: Entre o outono e a primavera com maior incidência no inverno, nascendo de espatas secas ou ocasionalmente verdes, sua flores ficam em média com 8cm podendo chegar até 12cm raramente. A coloração vai do rosa claro até lilás púrpura, com labelo suavemente crispado na tonalidade creme e lilás sendo que na variação alba ela é totalmente branca. O perfume lembra cinza de madeira molhada, as variações mais comuns podem ser: cândida, alba, caerulea, estriata, marmorata e punctata.

O híbrido mais conhecido da loddigesii é a Cattleya x dolosa que é um híbrido primário natural, e quando a loddigesii se cruza com a dolosa na natureza temos o híbrido Cattleya x O’brieniana.

Clima: Prefere clima temperado a frio, aproveitando-se de noites frias e dos períodos de inverno para maior floração. Aguarde a secagem do substrato para molhar, pois a loddigesii não gosta de umidade nos brotos novos, porém gosta de ambientes úmidos. A luminosidade de baixa a média com sombras em torno e 70% são as preferidas.

A adubação orgânica assim como madeira em decomposição natural são apreciados pela planta.

Vasos preferidos são os de drenagem satisfatórias ou cachepot de madeira que proporcionam uma secagem rápida.
A loddigesii é bem cultivada em qualquer substrato que seja poroso e arejado, podendo ser fibra de xaxim, casca de pinus média com ou sem carvão, brita e alguns tipos de tronquinhos como cafeeiros e "mochoqueiros" (Erythrina falcata - também conhecida como corticeira da serra, mulungu, bico de papagaio, canivete, sananduí, corticeira do mato).